E-DEFENSOR: Lançado aplicativo da Defensoria que permitirá atendimento on-line

Ferramenta fará vítimas de violência pedir socorro apertando o botão do pânico

Com o auditório e o hall de entrada lotados de servidores, defensores públicos, também pela presença do governador Antonio Denarium e demais autoridades do poder público, o aplicativo e-Defensor - que agilizará ainda mais o atendimento dos usuário da Defensoria Pública do Estado (DPE/RR) - foi lançado na noite desta segunda-feira, dia 23. A ferramenta móbile entrará em funcionamento após o recesso forense.

O botão do pânico, voltado às vítimas de violência doméstica que requer alerta constante, já está disponivel. O mecanismo passará a contar com o apoio do governo estadual, por meio da Polícia Militar, que terá uma central de chamados que atenderá a ocorrência.

Durante a solenidade de apresentação, o corregedor-geral, Natanael Ferreira, lembrou que a Defensoria se empenhou dentro das possibilidades e diante da necessidade de aprimoramento processual para o desenvolvimento do projeto, em um curto espaço de tempo. “A tecnologia é uma realidade, o e-Defensor vem estreitar a ponte entre o defensor e o assistido, no qual o e-Defensor nos coloca em outro patamar tecnológico. No futuro disponibilizaremos esse App para outras instituições defensoriais do País”, mencionou ele.  

A DPE atende certa quantidade de pessoas que buscam apenas consultar informações a cerca de andamentos processuais e nesse sentido, uma consulta em tempo real, via aplicativo, proporcionaria uma economia, tanto para a instituição quanto para o assistido da DPE.

“Os nossos assistidos em qualquer lugar e com internet poderão usufruir dos serviços da Defensoria Pública. O investimento da DPE não é despesa, é um direito para aquelas pessoas que mais precisam, pois ela encontram na Defensoria o último recurso na vida”, ressaltou o corregedor.  

De acordo com o governador Antonio Denarium, o Botão do Pânico - ferramenta gratuitamente disponibilizada pela Defensoria -  está no plano de governo desde o inicio do mandato. “Temos a preocupação com as pessoas mais vulneráveis, e o botão vai realmente funcionar para as vítimas de violência. Com um click, elas poderão imediatamente acionar a Polícia para fazer o atendimento e estár em segurança”, discursou.   

De acordo com o governador, o aplicativo será um ganho para toda a população, evitará filas e aumentará o atendimento para ainda mais pessoas. “Iremos acabar com as filas, as pessoas antes tinham que sair de suas casas no interior ou em lugares de difícil locomoção. Com App, em questão de minutos pode-se fazer o atendimento”, frisou.

Para o ingresso no aplicativo, o usuário deverá vir à Defensoria para que seja cadastrado na plataforma pela Central de Atendimento e-Defensor. O cadastro será feito mediante a validação de todas as informações necessárias, bem como, com a inclusão de foto oficial do assistido em seu perfil. Dessa forma, o mesmo estará apto para utilizar as funcionalidades disponíveis no aplicativo, após passar também por um treinamento.

O aplicativo também contará com uma lista de defensores públicos responsáveis pelos atendimentos do assistido na DPE, chamada e-Defensor, e os assistidos poderão entrar em contado com os defensores por meio de chat. O app contará com uma identidade digital do assistido, chamado e-Assistido, contendo os dados pessoais do assistido. O cidadão com cadastro no aplicativo poderá marcar seu retorno com o defensor responsável de acordo com disponibilidade de agenda.

Top
×
POP UP