CONHECENDO A DEFENSORIA: Alunos da rede estadual participam de projeto “Conhecendo a Defensoria”

A visita ocorre nesta quarta-feira (03), às 8h, nos Gabinetes

A convite da DPE/RR (Defensoria Pública do Estado de Roraima), alunos do curso técnico em serviços jurídicos da escola Maria das Dores Brasil visitam a sede da DPE nesta quarta-feira, 03. O tour pela Instituição faz parte do projeto ‘Conhecendo a Defensoria’ com início às 8h. Amanhã, será o terceiro grupo escolar visitante.

O projeto visa aproximar a comunidade estudantil do órgão, alem de estimular os jovens a conhecer o trabalho dos defensores públicos para formar futuros defensores. Todas as quartas-feiras, o programa separa um grupo de 11 alunos para as visitas, com o intuito dos gabinetes conseguirem dar atenção aos visitantes.

A professora da disciplina de noções básicas do estatuto da criança e do adolescente, Darlete Souza do Nascimento, acredita que o projeto é importante por vários motivos. “Os alunos estão vendo na prática o que nós estudamos na teoria. Outra questão principal é que os alunos tenham conhecimento do papel da Defensoria na sociedade. Além de conseguirem ter uma aprendizagem prática, fora do espaço escolar, pois se torna muito mais significativa, é uma aprendizagem para vida”, explicou a educadora.

As visitas são divididas entre os gabinetes da família, da criança e adolescente e gabinete cível genérica, cada defensor público estando responsável pelo acompanhamento dos alunos no gabinete.

“O projeto incentiva o aluno a continuar estudando e, quem sabe, trabalhar com a justiça. Outro benefício é a oportunidade para eles conhecerem seus direitos e deveres enquanto cidadãos, e queiram também fazer parte da mudança dessa sociedade que nós precisamos tanto. Espero que eles aproveitem essa experiência em conhecer os serviços prestados pela Defensoria”, comentou Darlene. 

Os alunos se sentiram estimulados em cada visita e pensam no futuro em se tornarem defensores públicos. “Particularmente, eu gostei bastante da visita, a gente veio aqui com a defensora Andreia e estávamos falando sobre a área civil genérica. Eu vi que tem que ter muita paciência, pois são casos particulares das pessoas que precisam ser resolvidos. Até na escola escutamos vários casos de pessoas que precisam vir na Defensoria Pública. Agora, eu não quero ser juíza, quero defender as pessoas”, frisou a estudante do curso técnico, Hayumy Asano, que visitou a DPE na semana passada. 

 

ASCOM DPE (95) 3623-1615

Top
×