CAPI CIDADÃO: Moradores da zona Oeste contam com Central de Atendimento da Defensoria Pública

Os atendimentos ocorrem de forma gratuita de segunda a sexta-feira das 8h às 14h

Desde a sua inauguração em dezembro de 2018, o CAPI (Central de Atendimento e Peticionamento Inicial) Cidadão, unidade avançada da Defensoria Pública do Estado (DPE) realizou 170 atendimentos sendo 44 ações protocoladas, 20 orientações e 126 encaminhamentos a gabinete de Defensor.

Os atendimentos ocorrem na Casa do Cidadão, localizada na rua Izidio Galdino da Silva, no bairro Senador Hélio Campos, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

São realizados os serviços de Execução de Alimentos, divórcio, curatela, interdição, demandas judiciais na área do Direito de família e orientações em geral.

A celeridade no encaminhamento das pretensões apresentadas à DPE é o principal objetivo da CAPI, além de aproximar a DPE do cidadão. “Uma forma encontrada para levar os atendimentos à população, que mora em bairros distantes e procuram os nossos serviços, e, muitas vezes não possuem condições financeiras de se deslocarem até o Centro, é descentralizando os serviços”, explicou o defensor público-geral, Stélio Dener.

A Defensoria se encontrava com uma grande demanda de atendimento na Sede Administrativa de pessoas hipossuficientes que moravam distante do Centro. Para facilitar, foi instalada uma unidade mais próxima do cidadão.  “As pessoas não precisam mais se deslocar até o Centro para ser atendidas, agora, com a unidade de atendimento na Casa do Cidadão tudo fica mais perto e mais fácil”, reforçou Dener.

A CAPI é um órgão auxiliar da DPE que foi criada a partir de uma necessidade institucional, ou seja, diminuir o tempo de espera para o atendimento inicial do assistido. Além da Unidade Avançada na Casa do Cidadão, a Defensoria dispõe de uma unidade avançada da CAPI no município do Cantá, distante 32 quilômetros de Boa Vista.

 

ASCOM DPE (095)  3623-1615

 

Top
×