NOTA TÉCNICA - Rompimento da Barragem em Brumadinho

O Colégio Nacional dos Defensores Públicos-Gerais (Condege) vem a público externar à sua consternação e à sua indignação com o acontecido nesta sexta-feira, 25, em Brumadinho (Minas Gerais), bem como demonstrar sua solidariedade às pessoas que foram atingidas pelo rompimento da barragem do Vale do Córrego do Feijão. 

Não é possível medir neste momento a dor daqueles que esperam por notícias de seus familiares, amigos e colegas desaparecidos, em um contexto que segundo as fontes de notícias, pode chegar a mais de 400 pessoas. Àqueles que já tiveram a confirmação da morte de seus entes queridos, o Condege expressa tremendo pesar.

Também não é possível medir os danos ambientais que se traduzirão em graves prejuízos à fauna e à flora do local, além do impacto social e econômico que se abaterá sobre moradores que dependem da área para seu sustento.

É com indignação que o Condege se posiciona frente ao descaso e irresponsabilidade daqueles que poderiam ter evitado esta tragédia, e se manifesta expressivamente em favor da adoção de medidas que previnam a ocorrência de novos rompimentos.

Do mais, informa que a Defensoria Pública de Minas Gerais está de plantão neste fim de semana atendendo aos atingidos pelo telefone: (31) 99619-9765. 
Mais uma vez, externamos nossa solidariedade a todas e todos e conclamamos às demais Defensorias que se unam para apoiar Minas Gerais em um momento tão crítico.

Marcus Edson de Lima

Presidente do Colégio Nacional dos Defensores Públicos-Gerais

 

Fonte: Condege

Top
×