POSSE: Cinco concursados tomam posse na Defensoria

Reforço no Centro de Atendimento Multidisciplinar e no setor de informática

 Ocorreu na manhã de hoje (06), a posse de cinco concursados da Defensoria Pública do Estado de Roraima(DPE), aprovados no I Concurso para Provimento de Cargos Efetivos do Quadro de Pessoal da DPE, realizado em 2015. A  solenidade ocorreu às 9h, no auditório da instituição.

Tomou posse Francisco Bezerra Rocha e Rogério Lima Albuquerque para o cargo de técnicos em informática, Giovanni de Paiva Nicoletti como analista de sistemas, Adilma Cristina de Melo assistente social e o psicólogo Ed Luiz Briglia.

Durante a solenidade de posse a defensora pública-geral, Terezinha Muniz, contou sobre a alegria em conseguir mais reforço para a DPE-RR. “Com mais essas adesões de profissionais  chegamos ao número de 36 concursados na Defensoria,e é com alegria que os recebo para melhorarmos ainda mais o atendimento aos assistidos”, afirmou

Para o técnico em informática, Francisco Bezerra Rocha, que já havia tentando outros concursos, se diz feliz por essa conquista. “Tentei vários concursos há uns 7 a 8 anos e finalmente conquistei a vaga sonhada para atuar na minha área. Minha expectativa agora é de ajudar no que for necessário”, destacou.

Já o psicólogo Ed Luiz Briglia, que havia sido estagiário de psicologia na Defensoria durante os anos de 2009 a 2011, conta com alegria a satisfação em retornar a instituição. “É uma alegria retornar, ainda mais com o saber psicológico, e partir disso tentar contribuir na resolução de conflitos para favorecer os processos muitas vezes conflituosos” disse.

A defensora pública Elceni Diogo, titular da Câmara de Conciliação, comemora a concretização do sonho de ter o Centro de Atendimento Multidisciplinar em pleno funcionamento, com a chegada de mais um psicólogo e uma assistente social. “É uma grande conquista e marca da gestão da Terezinha Muniz, pois é ver os assistidos muito mais do que apenas problemas judiciais a serem resolvidos, é ter o olhar humanitário que muitos que nos buscam precisam”, disse emocionada.

Ela ainda acrescentou o que espera do psicólogo e da assistente social. “Muito mais do que bons profissionais, sejam seres humanos ótimos. Que estejam sempre disponíveis para atender, pois como dizia Rui Barbosa ‘uma justiça tardia é a injustiça institucionalizada’”, acrescentou Elceni.

Já o diretor do Departamento de Tecnologia da Informação, Ricardo Natrott, ressaltou que a chegada dos servidores é benéfico para que seja trabalhado a melhoria dos sistemas operacionais que contribui no bom andamento da Defensoria .

 

ASCOM (095) 3623-1615

Top
×